Tags

, , , , ,

A popularidade dessa sombra começou com um post de Vic Ceridono no comecinho de 2011. Mas como eu sou devagar quase parando, a resenha chega com um ano de atraso! iuhu!

De qualquer maneira, a sombra pode ser encontrada tranquilamente em qualquer drogaria (MARA) americana, e custa a bagatela de 3,20 dólares, mais a taxa que varia dependendo do Estado. Ela não veio pro Brasil (boooooo).

As sombras individuais da CoverGirl são muito boas. A pigmentação não é a mais impressionante, não se compara à Inglot, por exemplo, mas o custo benefício é excelente, principalmente quando consideramos que para o dia a dia uma sombra suuuper pigmentada muitas vezes não é a melhor opção…

Sem contar que a cor taupe, um marrom com fundo acinzentado, é a melhor cor pra dar um “up” no visual sem parecer maquiada demais. É a chamada “cor coringa”, um pretinho básico talvez…

Eu fiz um visual bem fofinho com ela aqui, nunca usei sem primer, mas ela durou o dia inteirinho sem acumular nas dobrinhas da vida e mantendo o brilho. A cor é contilante, ou seja, o resultado é brilhoso sim, mas nada exagerado.

Seu quesito coringa mil e uma utilidades, faz com que você possa combinar com uma sombra mais clara, como a Champagne da própria marca, ou mesmo a 395 (minha Inglot favorita) para um lindo look dia, ou fazer um look night combinando com um marrom bem escuro ou um roxo luxo!

Resultado:

Eu recomendo sim! E ela é bem parecida com  a nacional Intense 36 de O Boticário (de acordo com resenha da Marina do 2Beauty aqui). Acho que parece com a Satin Taupe da MAC (posto uma comparação em breve). Esse tipo de sombra, a taupe, é a sombra mais versátil que se encontra por aí, e definitivamente vale a pena o investimento!

E qual a sua sombra coringa???

.

.

xx

Q

Anúncios