Tags

, , ,

Com seu costumeiro sarcasmo, Sacha Baron Cohen retorna às comédias ácidas em O Ditador, que conta a história heróica de um ditador que arrisca sua vida para garantir que a democracia nunca chegue ao país que ele amavelmente oprime.

Eu diria que O Ditador é um filme engraçado, apesar de que algumas piadas são um pouco sem graça e outras se arrastam demais. Eu não chorei de rir no cinema, mas me diverti. O personagem principal, Aladeen, é retratado como idiota, obnóxio, racista, sexista e completamente ofensivo, é a imagem que a maioria de nós tem de ditadores ao longo da história.

Esse personagem faz um discurso no final do filme no qual ele descreve a democracia e ditadura, e pode-se ver facilmente os paralelos com a atual situação política na América. A atriz Anna Farris também se transforma em uma performance engraçada como o ativista típico jovem que não consegue viver por qualquer coisa que não é 150% politicamente correta. O ditador expõe as falhas e contradições de seus personagens centrais para o público. É o tipo de comédia em que o espectador sabe que ele está rindo por todas as razões erradas.

O filme O Ditador não é nenhum Borat, mas é muito melhor do que sua produção chamada Bruno. É um filme pesado, mas que consegue trazer um humor crítico a tona e vale a pena assistí-lo, se não quiser gastar com o cinema, aguarde até chegar nas locadoras…

Confira o clipe.

.

.

xx

Q

Anúncios